Parquedosfalcoes.com.br - 21 de abril 2014 Pesquisar:
Menu
Informações
Treinamento

Tradicionalmente, tanto na Europa como na Ásia, a falcoaria sempre esteve ligada à nobreza, à arte de caçar com auxílio de aves. No Parque dos Falcões o objetivo é outro: ensinar a população a ver as aves de rapina sem preconceito - menos como "assassinas sanguinárias" e mais como predadoras com papel fundamental na cadeia alimentar - e utilizar as habilidades específicas de cada espécie para serviços práticos, como manter livres as proximidades de pistas de pouso para evitar acidentes com aviões e controlar o ataque de aves granívoras a lavouras.

Os adestradores do Instituto aprenderam a identificar, a compreender e a reproduzir cada vocalização, criando uma espécie de diálogo com os animais, transmitindo comandos de defesa, ataque, alerta, ou mesmo cumprimentos por meio de sons guturais produzidos na "linguagem" das aves. “O segredo está na vocalização”, explica José Percílio. “Através da identificação de cada som produzido pela ave, sabemos o que ela quer. Há sons de ataque, pedido de carinho, e outros que avisam sobre a chegada de pessoas”.

De três a quatro vezes por semana, Tito (Gavião Carcará), Pandora (Gavião de Cauda Branca), Chorão (Gavião Asa de Telha), Jurubeba (Coruja Suindara) e as outras 32 aves adestradas do Instituto voam alternando pequenas viagens - no exercício chamado de punho-a-punho - a longas distâncias - nos voos livres pela serra. Ao som do apito ou da própria voz do treinador, os rapinantes simulam ataques a presas imaginárias. Cada ave realiza um treinamento individualizado, levando em consideração tanto as habilidades da espécie como as necessidades e os objetivos traçados para cada indivíduo. “Treinamento é tudo. Por serem  aves de rapina, elas precisam se exercitar de forma a queimar gordura e atingir o peso ideal”, explica Ricardo Alexandre. “A vida dessas aves está associada ao vôo. É através dele que, na natureza, essas espécies buscam alimento. O treinamento permite que os falcões mantenham a forma e estejam prontos para qualquer tarefa”.

 
© Copyright 2014 - Parque dos Falcões - Todos os direitos reservados. Reprodução proibida. Created by Phillipe S. Rosário